Encontre seu imóvel

Indiferente
Indiferente
Todos

TodosABCDEFGHIJKLMNOPQRSTUVWXYZ

Indiferente
Indiferente
Indiferente
Indiferente
Indiferente

Florianópolis

Florianópolis é a capital do estado de Santa Catarina e uma das três ilhas-capitais do Brasil. Destaca-se por ser a capital brasileira com o melhor índice de desenvolvimento humano (IDH) e a quarta cidade brasileira com a melhor qualidade de vida, Localiza-se no centro-leste do estado de Santa Catarina e é banhada pelo Oceano Atlântico. Grande parte de Florianópolis está situada na Ilha de Santa Catarina, possuindo cerca de 100 praias, consideradas também as continentais.

A imagem "cartão-postal" que a identifica é a famosa Ponte Hercílio Luz, inaugurada em 1926, tendo sido a primeira ligação rodoviária entre a ilha e o continente.

Originalmente denominada "Ilha de Santa Catarina", já que Francisco Dias Velho, o fundador do povoado, chegou ao local no dia de Santa Catarina, ela continuou por muito tempo sendo assim chamada, inclusive ao se tornar vila com o nome de Nossa Senhora do Desterro. Fato que comprova é que até mesmo nas correspondências oficiais ainda se mencionava a Ilha de Santa Catarina, nome com que nas cartas de navegação da época ela era descrita.

Com a Proclamação da República a vila elevou-se a cidade, quando decidiram fortalecer o nome correto, mas agora passando apenas a se chamar "Desterro", nome esse que desagradava aos moradores, pois este termo lembrava "desterrado", ou seja, alguém que está no exílio ou que era preso e mandado para um lugar desabitado. Esta falta de gosto pelo nome fez com que algumas votações acontecessem para uma possível mudança. Uma das sugestões foi a de "Ondina", nome de uma deusa da mitologia que protege os mares, este nome foi descartado.

Com o fim da Revolução Federalista, em 1894, em homenagem ao então presidente da República Floriano Peixoto, Hercílio Luz mudou o nome para Florianópolis. Mas é preciso que se diga que Floriano Peixoto não era uma autoridade com popularidade na cidade e enfrentou grande resistência de seu governo em Desterro. Como a cidade era um dos principais pontos que se opunham ao presidente, este mandou um exército para a cidade para que fosse derrubada esta resistência. Deste nome deriva o apelido Floripa, pelo qual a cidade é amplamente conhecida.

Considerada por muitos habitantes e turistas que a visitam como detentora de uma beleza singular, dotada de fortes traços da cultura açoriana, observados nas edificações, artesanato, no folclore, culinária e nas tradições religiosas, Florianópolis tem no turismo uma de suas principais fontes de renda. Dentre os atrativos turísticos da capital salientam-se, presentemente, além das praias, as localidades onde se instalaram as primeiras comunidades de imigrantes açorianos, como Ribeirão da Ilha, Lagoa da Conceição, Santo Antônio de Lisboa e o próprio centro histórico da cidade.

Pontos turísticos



Trilhas famosas



PRAIAS


Aqui há praias pra todos os gostos e todos os sonhos: praias de águas mansas ou de mar agitado, de acesso fácil ou por meio de trilhas, com infraestrutura ou semidesertas... Experimente o prazer de descobrir cada uma delas e boa viagem!

PRAIAS DO LESTE

PRAIAS DO NORTE

PRAIAS DO SUL

PRAIAS DO CONTINENTE

Barra da Lagoa
Joaquina
Mole
Galheta
Moçambique

Veja também:
Lagoa da Conceição


Canasvieiras
Ingleses
Cachoeira do Bom Jesus
Cacupé
Jurerê
Praia Brava
Ponta das Canas
Santinho
Daniela
Praia do Forte
Santo Antônio de Lisboa
Lagoinha
Sambaqui

Campeche
Ilha Campeche
Ribeirão da Ilha
Armação
Matadeiro
Morro das Pedras
Açores
Pântano do Sul
Solidão
Naufragados
Lagoinha do Leste

Veja também:
Lagoa do Peri

Praia da Saudade
Praia do Meio
Praia de Itaguaçu
Praia do Bom Abrigo


Praias do Leste da Ilha de SC


Praia da Barra da Lagoa - Florianópolis - SC

Praia da Barra da Lagoa, em Floripa, é um importante núcleo pesqueiro da Ilha de Santa Catarina recebe a cada ano, um número maior de turistas atraídos pelas belezas naturais, e pela cordialidade dos moradores. Para receber quem vem de fora, a região conta com várias pousadas e restaurantes. O mar possui ondas suaves, que permitem a prática do surfe, mas não assustam os banhistas mais inseguros. Isso acontece porque as grandes ondas provocadas pelo mar aberto são freadas pela correnteza do Canal. De qualquer maneira, um posto Salva-Vidas mantém a ordem na praia. Outra atração é a Ponte Pênsil que passa por cima do Canal da Barra. Do outro lado, uma pequena trilha que passa entre os casebres da comunidade dá acesso à Prainha, uma pequena enseada cercada por enormes rochas e sítios arqueológicos que formam piscinas naturais de águas transparentes.

Praia da Joaquina - Florianópolis - SC

A Praia da Joaquina é uma das praias de Florianópolis com a melhor infraestrutura para visitantes. Mundialmente conhecida por excelentes condições para a prática do surfe e pela infinidade de competições deste esporte sediada nela. Frequentada por jovens, é palco de grandes shows na temporada de verão. Seu nome se origina de uma velha rendeira chamada Joaquina que segundo conta a lenda, morreu afogada nesta praia. Oferece serviços de estacionamento, salva-vidas, terminal turístico, lojas de artesanato, restaurantes, bares, chuveiros, banheiros, além de iluminação noturna.

Praia Mole - Florianópolis - SC

Tradicional point da juventude e hoje é considerada uma das praias mais lindas de Santa Catarina, a Praia Mole, que tem este nome devido à areia solta e macia, é frequentada principalmente por surfistas e praticantes de parapente, que aproveitam a encosta sul como rampa de decolagem. Outro ponto de encontro são os vários barzinhos à beira-mar. Ali, com o pé na areia, um suco natural ou uma cerveja bem gelados aliviam o calor do sol. Na hora em que bater a fome é possível optar entre sanduíches naturais, petiscos de frutos do mar ou mesmo uma refeição completa. Para quem chegar na baixa temporada não há problema: tem estabelecimento funcionando o ano inteiro. As famílias que forem curtir a praia com crianças devem ter cuidado redobrado. Além das fortes ondas causadas pelo mar aberto, a Mole tem características de tombo, ou seja, a profundidade aumenta abruptamente, após uns poucos passos em direção ao mar. Embora a praia conte com um dos postos Salva-Vidas mais bem equipados da Ilha, não vale a pena arriscar.

Praia da Galheta - Florianópolis - SC

Embora esteja localizada entre duas das praias mais movimentadas da Ilha de Santa Catarina, Barra da Lagoa e Mole, a Praia da Galheta é semideserta e própria para o nudismo, com acesso por uma trilha de 300 metros, a partir da costa norte da Mole. Totalmente virgem, sem infraestrutura de bares e restaurantes a Galheta é ideal para quem curte a natureza em toda a sua extensão. Pequenas vertentes de água doce propiciam duchas refrescantes e revitalizadoras; o mar de águas cristalinas e moderadas, a larga faixa de 950 metros de praia, com areia branca e fina, as pedras e a moldura das montanhas cobertas de vegetação rasteira e remanescente da Mata Atlântica fazem da Galheta um paraíso, onde o silêncio só é quebrado pelas ondas do mar. Protegida por um morro que a mantém isolada da estrada, a Galheta, desde a década de setenta, é frequentada por naturistas, embora a prática do nudismo nunca tenha sido obrigatória. Os surfistas também aproveitam as boas ondas do lugar.

Praia do Moçambique - Florianópolis - SC

A Praia de Moçambique é a mais extensa praia da Ilha Catarinense, conta com 7,5 km de areias claras e macias, quase intocadas pelo ser humano. Por fazer parte do Parque Florestal do Rio Vermelho, uma reserva de aproximadamente 400 mil metros quadrados com vegetação predominante de pinus, não há construção alguma no local. A paisagem torna-se ainda mais árida com as dunas que cortam a linha entre a vegetação rasteira e o oceano. O mar é aberto, de tombo e com ondas agitadas. O contato com a Corrente das Malvinas torna a água muito fria. Embora essas características não atraiam muitos banhistas, a praia, que costumava ser semi-deserta, fica razoavelmente movimentada na alta temporada, com muitos surfistas que vêm de outras cidades. Mesmo assim, ainda é uma das mais vazias da Ilha.

Praias do Norte da Ilha de SC


Praia de Canasvieiras - Florianópolis - SC

Beleza natural e completa infra- estrutura fazem de Canasvieiras o balneário preferido dos turistas argentinos em Florianópolis. Para eles, a maioria dos lugares conta com atendentes bilíngues. A água do mar é verde, tem poucas ondas e quente durante o verão. A faixa de areia branca e fina é estreita e nos dias mais quentes é aconselhável chegar cedo para conseguir lugar. Ali é possível alugar desde cadeira de praia até caiaques. A praia também conta com opções de lazer para toda a família: passeios de banana-boat, de escuna e mergulho. O centrinho funciona como uma pequena cidade e a noite turistas e ilhéus podem se divertir em bares com música ao vivo, casa de show ou boates.

Praia dos Ingleses - Florianópolis - SC

No verão a Praia dos Ingleses, é o segundo balneário em concentração de turistas estrangeiros, perdendo apenas para Canasvieiras. No inverno, a pesca da tainha, as festas religiosas e as apresentações folclóricas são demonstrações da cultura local. Com quase cinco quilômetros de extensão a faixa estreita de areia é banhada pelo mar aberto, de águas azuis e com média ondulação. As dunas que separam Ingleses de Santinho é outro atrativo natural imperdível. É comum a prática do sandboard, esporte criado em Florianópolis que consiste em descer as dunas em uma prancha, fazendo manobras ou não. Em matéria de infraestrutura, Ingleses oferece várias opções em hospedagem e alimentação. O setor de serviços também é um ponto forte. Na maioria dos estabelecimentos é possível contar com atendentes que falam espanhol.

Cachoeira do Bom Jesus - Floripa - SC

Nenhum acidente geográfico separa a praia da Cachoeira do Bom Jesus das praias de Canasvieiras e Ponta das Canas. Isso faz com que a orla ofereça 10 quilômetros de areia branca, fina e dura, ideal para caminhadas. O Mar é calmo, de águas cristalinas e quente, imensidão branca de areias desenhadas pelo vento e o horizonte. Belo local para se admirar um pôr do sol inesquecível. Oferece boa infraestrutura turística, completada pelos serviços da comunidade de Cachoeira do Bom Jesus.

Praia de Cacupé - Florianópolis - SC

Praia de Cacupé, recanto encontra-se tranquilidade. Ideal para um piquenique ou passeio familiar, porém oferece pouca infraestrutura. Ondas fracas, mar calmo de baía, areia amarelo claro e textura média. Nela deságuam dois pequenos riachos vindos do Morro Cacupé.

Praia de Jurerê - Florianópolis - SC

O mar de coloração verde, com temperatura amena e ondas calmas. A praia de Jurerê Internacional possui um pouco mais de três quilômetros de extensão de areia fina e clara, que propiciam uma caminhada agradável. Na água, os veleiros e lanchas do Iate Clube de Santa Catarina dão um toque sofisticado ao visual. Em terra, o bairro é dividido em duas porções, com características distintas. No canto esquerdo está o loteamento residencial Jurerê Internacional. Totalmente planejado, conta com parques, supermercados, shopping a céu aberto, bares, restaurantes requintados e amplos estacionamentos para quem quer apenas passar um dia na praia. Essas características atraíram pessoas preocupadas com o conforto e com a qualidade de vida, que transformaram o lugar numa espécie de parque de mansões. No canto direito está a parte conhecida como Jurerê Tradicional. Ali estão os moradores mais antigos do bairro, com seu toque de manezinho e restaurantes com culinária típica da Ilha. Essa parte abriga o Iate Clube de Santa Catarina, com um trapiche que tem acesso via praia.

Praia Brava - Florianópolis - SC

APraia Brava de Floripa é voltada para o oceano, com ondas fortes, fundo esburacado e forte repuxo que atraem surfistas profissionais e amadores de todo o país e faz da praia um dos pontos mais badalados da Ilha. Conta com pouco mais de 1,5 quilômetros de extensão. A faixa de areia clara e fina pode chegar a 150 metros de largura, atraindo muitos banhistas. Protegida por morros, para chegar à Brava é necessário passar por um mirante, tendo uma panorâmica paradisíaca da praia. Até a década de 70, o lugar era praticamente desconhecido. Foi a partir desta década que construtoras começaram a dar ao local condomínios luxuosos e infraestrutura de ponta. Atualmente, o local conta com ótimas opções de hospedagem, restaurantes e bares que funcionam na alta temporada.

riga o Iate Clube de Santa Catarina, com um trapiche que tem acesso via praia.

Ponta das Canas - Florianópolis - SC

Com 1,9 quilômetro de areia clara e fina, Ponta das Canas caracteriza-se como uma praia de águas calmas e mansas. Localizada a 34 quilômetros do centro, possui uma ativa colônia de pescadores, com restaurantes à beira do mar.

Praia do Santinho - Florianópolis - SC

A Praia do Santinho é procurada principalmente por turistas que gostam da natureza e tranquilidade do lugar.Os surfistas são os maiores frequentadores. Embevecidos com sua beleza paradisíaca, consideram o Santinho a melhor praia do Norte da Ilha de Santa Catarina para surfar. A grande atração da praia são as inscrições rupestres feitas pelos povos caçadores, escadores e coletores da Ilha, há mais de 5 mil anos.O nome Santinho vem de uma estilização da figura humana, gravada em um bloco isolado de diabásio. Até a década de 40, era comum os pescadores fazerem oferendas, rezarem e pedirem proteção ao santo.

Praia de Daniela - Florianópolis - SC

Com três quilômetros de extensão, Daniela é uma praia tipicamente calma, sem ondas e com areias finas. Banhada pelas águas mornas da Baía Norte e com uma larga faixa de areia que funciona quase como um imenso playground, é ótima para quem frequenta praia com crianças. Embora possua pouca infraestrutura, é repleta de casas de veraneio. O roteiro certo para quem quer fugir da agitação começa com uma caminhada pela areia até o canto esquerdo da praia, onde fica o manguezal. Nesta parte dá para acompanhar as pescas de camarão, siri e berbigão. Já no outro extremo, uma caminhada de 20 minutos leva à Praia do Forte.

Praia do Forte - Florianópolis - SC

Localizada entre os balneários de Daniela e Jurerê.A Praia do forte tem a beleza da Baía Norte, mar calmo de temperatura muito agradável e bares que servem delícias em mesas na areia. Na encosta que sucede a praia fica o Forte de São José da Ponta Grossa, imponente fortaleza construída em 1740 e restaurada em 1992.

Santo Antônio de Lisboa - Floripa - SC

Santo Antônio de Lisboa foi uma das primeiras comunidades fundadas por imigrantes açorianos que chegaram à ilha na metade do século XVIII. É conhecido por ser um refúgio de belas construções e belas paisagens. Da praia pode-se avistar a Baía Norte e o Continente. A freguesia conserva, além da arquitetura tradicional, costumes herdados pelos colonizadores açorianos como a Festa do Divino Espírito Santo, o Terno de Reis e o Cacumbi. A pesca artesanal é outro motivo que atraem turistas e apreciadores da boa comida. O cultivo de mariscos e ostras abastece vários restaurantes com cardápios a base de frutos do mar. Próximo à praça central, é possível encontrar casas de artesanatos típicos da colonização açoriana como as cerâmicas de oleiros e as rendas de bilro.

Praia da Lagoinha - Florianópolis - SC

São menos de 800 metros de praia e, mesmo assim, a Praia da Lagoinha é destino certo de muitas famílias. Isso porque a temperatura da água é agradável, as poucas ondas são calmas e a faixa de areia clara e fina constitui diversão garantida para os pequenos.
Antiga colônia de pescadores, o balneário tornou-se residência definitiva para pessoas em busca de sossego, que dividem o espaço com casas de veraneio. Com pouca infraestrutura comercial, os turistas têm suporte em Ponta das Canas, a praia ao lado.

Praia de Sambaqui - Florianópolis - SC

O nome Sambaqui possui origem indígena, que significa cemitério; extensos depósitos de areia, conchas, cascas de ostras, restos de artefatos e esqueletos que ali foram alojados, detectando a presença de primitivos habitantes neste local, em tempos remotos. A praia de Sambaqui é um tradicional vilarejo de pescadores que abriga, além de nativos, usuários temporários, turistas e veranistas que procuram um lugar calmo e tranquilo para se estabelecer. De raízes açorianas, a comunidade de Sambaqui luta pela preservação de seus costumes e tradições, quase sempre promovendo festas religiosas e incentivando grupos de danças folclóricas como o Boi de Mamão, a Ratoeira e o Pau de Fita, montados e dançados pelos próprios membros da comunidade. O visual é um dos maiores atributos de Sambaqui. Além da paisagem típica do século XIX, apresenta vista panorâmica da Baía Norte e do Continente. É justamente por causa dessa vista que foram instalados vários bares nos últimos anos.

Praias do Sul da Ilha de SC


Praia do Campeche - Florianópolis - SC

Com três quilômetros e meio de extensão, a Praia do Campeche fica entre a Joaquina e o Morro das Pedras, no entanto não existem marcos geográficos nestas divisas. A faixa de areia branca e fina é larga, às vezes com formação de dunas. O mar grosso tem águas frias e de salinidade elevada. As ondas são fortes e as direitas, com ondulação sul, são muito esperadas pelos surfistas. A princípio, as praias da Joaquina, do Campeche e do Morro das Pedras tinham um só nome: praia do Mandu. Foi em 1860 que a orla em frente à Ilha do Campeche passou a ser conhecida pelo mesmo nome da ilha. Existem duas versões para o nome Campeche, uma originada de uma árvore, o Pau-Campeche de madeira corante empregada em tinturaria. A outra versão aponta o nome como uma união das expressões francesas "camp" (campo) e "pêche" (peixe), devido ao campo de pouso que havia entre 1926 a 1939 e que era utilizado pelo escritor e aviador francês Saint-Exupery quando fazia escala na rota do correio francês. Destacam-se como reserva ecológica a Lagoinha da Chica e a Lagoinha Pequena barradas no lado leste por uma faixa de dunas fixas de vegetação rasteira que se estende ao longo da praia, sendo bem servida em termos de bares e restaurantes.

Ilha do Campeche - Florianópolis - SC

Localizada a sudeste de Florianópolis, em frente à Praia do Campeche, a Ilha do Campeche possui um rico ecossistema e abriga representativa parcela do patrimônio arqueológico do Estado de Santa Catarina. Formada por costões e morros recobertos de Mata Atlântica, possui uma única praia com areia fina e extremamente clara. O mar, que tem coloração variando entre verde e turquesa, possui poucas ondas, agradando a mergulhadores e crianças. Desde fevereiro de 1940, a Ilha do Campeche está sob os cuidados da Associação Couto de Magalhães, uma entidade que atualmente trabalha pela preservação do lugar. A ilha é rica em inscrições rupestres oficinas líticas, dispõe de um ancoradouro para pequenas embarcações e oferece serviços de bar e telefone público. Transporte marítimo com saída da Praia da Armação, Pântano do Sul e Barra da Lagoa.

Ribeirão da Ilha - Florianópolis - Santa Catarina

O Ribeirão da Ilha foi uma das primeiras comunidades do Estado de Santa Catarina e a primeira de Florianópolis a ser habitada, no século XVI, pelos índios Carijós. O nome dado à praia origina-se de um pequeno rio ou ribeira, situado no local. O Ribeirão da Ilha é composto por várias praias pequenas, de águas calmas e areia grossa. É considerado um dos poucos lugares do litoral Sul do Brasil que conserva bem os traços da colonização portuguesa. Um passeio até a praia é uma volta aos costumes e cultura açorianos. Logo quando se chega, percebe-se os traços definidores desta cultura ainda preservados de forma original e intensa. As casas, em sua maioria, possuem paredes rosa com janelas amarelas ou brancas. Ou verde com azul. As cortinas também chamam a atenção, quase todas feitas de renda. Além disso, é comum a presença de mulheres debruçadas na janela, apreciando o movimento do lado de fora, ou proseando com alguma comadre que por ali passa. Enquanto isso, seus maridos, quase todos pescadores, puxam as redes na praia para trazer peixe fresco para casa. O casario açoriano, a Igreja Nossa Senhora da Lapa do Ribeirão e o Museu Etnológico do Ribeirão da Ilha (que guarda documentos e algumas peças que contam a história da região) são alguns exemplos de lugares típicos de Florianópolis que também estão situados no Ribeirão da Ilha. Outro grande destaque deste lugar são os restaurantes com pratos à base de moluscos frescos que chamam os apreciadores de boa culinária.

Praia da Armação - Florianópolis - SC

APraia da Armaçãoé um dos principais núcleos de pesca artesanal da Ilha, convivendo com o fluxo turístico e dos praticantes de surfe. Durante o verão, o aumento da população fortalece as opções noturnas, com novos bares, pousadas e restaurantes. O nome Armação vem de um passado não muito nobre da praia, embora essencial ao desenvolvimento da Ilha. Armação era qualquer localidade onde as baleias, já mortas, eram utilizadas para a produção do óleo utilizado na iluminação. Além do óleo, outras partes do cetáceo eram aproveitadas, como a carne, a gordura e até as barbatanas. Com isso, a pesca predatória levou à quase extinção do animal. Atualmente as baleias franca são fortemente preservadas e o turismo de observação é fonte de renda para Santa Catarina.

Praia do Matadeiro - Florianópolis - SC

Localizada entre as praias da Armação e Lagoinha do Leste, a Praia do Matadeiro é relativamente tranquila, com acesso somente a pé, cerca de 200 metros depois de atravessar o rio que vem da Lagoa do Peri. O caminho pitoresco e agreste atrai muitos turistas durante o verão, especialmente surfistas que fogem do agito das praias tradicionais em busca de boas ondas e areia calma. Inacessível para carros, a praia ainda conserva seus morros cobertos pela mata nativa. É um convite para os apreciadores da natureza. O nome Matadeiro é muito antigo, provém da época em que era permitido caçar baleias. Os pescadores montavam suas armadilhas na Armação e as matavam no Matadeiro, daí o nome das duas praias.

Praia do Morro das Pedras - Floripa - SC

Ir ao sul da Ilha e não conhecer a Praia do Morro das Pedras é dispensar a oportunidade de apreciar um belo espetáculo da natureza: o mar se chocando contra as pedras, fazendo com que a água seja lançada a vários metros de altura. Toda a beleza do Morro das Pedras se evidencia, ainda mais, numa visita à Casa de Retiro dos padres jesuítas, construída no topo de uma colina com pedras extraídas do próprio local. O visual, inesquecível, demonstra que a praia permanece intacta, sem construções ou quiosques à beira-mar. Ali, o vento sul forte não altera as condições de suas ondas, sempre agitadas.

Praia dos Açores - Florianópolis - SC

O Balneário de Açores é o mais bem planejado do extremo sul da Ilha de Santa Catarina, possuindo um plano diretor feito pela Prefeitura Municipal. O acesso é feito por avenida asfaltada e todas as ruas secundárias possuem calçamento. Por isso, os carros podem ser estacionados a poucos metros da areia. O bairro oferece ligação com as redes elétrica, telefônica e de água e esgoto. Está a 2 km do centrinho do Pântano do Sul, onde se encontram mercados, farmácias, escolas, posto de saúde, centro comunitário e delegacia de polícia. Além disso, Açores alia infraestrutura e lazer. Da praia com faixa de areia clara não muito estreita, é possível ver as Ilhas Três Irmãs e a Moleques do Sul. O mar possui águas azuis e frias, com ondas medianas. Para completar, os morros do Pântano, da Costa de Dentro, do Trombudo e do Córrego dos Naufragados cercam o local, oferecendo para os amantes da natureza trilhas ecológicas em meio à Mata Atlântica preservada.

Pântano do Sul - Florianópolis - SC

Considerada uma das mais ricas colônias de pescadores da Ilha, a praia do Pântano do Sul possui uma área com 2,35 quilômetros de extensão, com mar aberto e relativamente agitado. A maioria dos seus frequentadores são nativos e turistas que procuram um lugar mais tranquilo para viver. A Costa de Dentro é um desses lugares. Além de possuir cerca de 200 casas e um mar de águas cristalinas, há sempre salva-vidas por perto. Um chamariz para os casais com filhos. Com boas opções de restaurantes, Pântano do Sul é especialista em frutos do mar. Mal a aurora dá o ar de sua graça e os barcos já começam a partir, trazendo tudo fresquinho, pronto para ser saboreado. É por isso que os restaurantes estão sempre repletos de gente. É no Pântano do Sul também, que encontramos os mais distantes registros arqueológicos. O sambaqui daquela localidade é formado por antigos depósitos de conchas, restos de cozinha e de esqueleto amontoados por tribos selvagens em nosso litoral, e foi dotado em aproximadamente 4.500 anos.

Praia da Solidão - Florianópolis - SC

Um refúgio retirado e escondido, procurado pela sua beleza e tranquilidade. Esta é a praia que, a partir da década de 60, por todos estes motivos, passou a ser chamada de Solidão. Para chegar a este paraíso é preciso caminhar um bom pedaço a pé ou subir inclinadas ladeiras de carro. Hoje, a praia é considerada uma das mais belas paisagens de Santa Catarina por ser um paraíso quase que intocado. O belo cenário apresenta um visual de areia branca, águas claras e cercado de verdes morros de Mata Atlântica. Entre as árvores, no fim da faixa de areia, é possível se refrescar em um banho de cachoeira que forma uma piscina limpa, de água natural. Junto com o rio que desemboca no mar da praia da Solidão, a cachoeira é a melhor opção para as crianças que evitam as ondas do mar agitado.

Praia dos Naufragados - Florianópolis - SC

Localizada no extremo sul da Ilha de Santa Catarina, a praia dos naufragadospossui areia grossa e mar aberto. Com mínima infraestrutura, é ideal para quem gosta de acampar, praticar treeking ou pescar nos costões. Toda a extensão e beleza de Naufragados também são perceptíveis logo quando se chega à praia. O acesso difícil, se dá por uma trilha de 3 km que tem seu início no final da Caeira da Barra do Sul, prosseguindo através do morro, no meio da natureza e permitindo desfrutar de lindos panoramas naturais. É possível também alugar um barco na praia da Caieira da Barra do Sul. O nome surgiu de um episódio ocorrido com um grupo de imigrantes açorianos, que em 1753, seguindo determinações da Corte Portuguesa, partiriam em dois navios para o Rio Grande do Sul, mas durante uma tempestade naufragaram próximos da ponta de Naufragados. Na segunda metade do século XIX, foi construído um farol naquela ponta. Este farol, que se erguia no alto do cabo rochoso, foi inaugurado a 3 de maio de 1861. Ele foi composto por uma torre branca e circular, de alvenaria, construída num maciço de 30 metros, o que elevava o conjunto a 42, 6 metros acima do mar. Hoje ainda são perceptíveis as ruínas de plataforma do antigo farol.

Praia da Lagoinha do Leste - Floripa - SC

A Praia da Lagoinha do Leste tem pouco mais de um quilômetro de extensão e está voltada para mar aberto. Limita-se à direita e à esquerda com costões de pedra, e está cercada por morros com vegetação nativa. A lagoinha que dá nome ao lugar é abastecida por uma bacia hidrográfica de pequenos córregos que nascem na floresta. Praia, costões, lagoa, cachoeira e mata nativa, são os ingredientes da Lagoinha do Leste, que esconde seu encanto entre os morros do sul da Ilha de Santa Catarina. Um dos últimos redutos de Mata Atlântica ainda preservados em Florianópolis, o Parque Municipal da Lagoinha do Leste, foi criado por lei em 1992 e compreende uma área de 453 hectares de beleza exuberante. A melhor maneira de chegar à praia é através de uma trilha a partir da comunidade do Pântano do Sul, passando pelo meio do mato e dos morros. A caminhada dura cerca de uma hora, o chão é pedregoso e irregular, mas fácil de andar se você prestar atenção onde pisa. Depois da subida, tem-se a surpresa de uma vista fabulosa da Lagoinha. Aí é só descer e afundar os pés na areia da praia. A caminhada dá pra suar a camisa, mas pode ser encarada sem sacrifício por quem gosta de estar junto da natureza. Pode-se também ir pelo mar, com desembarque precário por causa da rebentação. Essa relativa dificuldade de acesso tem servido, ao longo do tempo, como escudo protetor do lugar. Toda a área do parque é classificada como de "preservação permanente". É proibido o parcelamento do solo, a abertura ou prolongamento de vias e qualquer tipo de edificação, o uso de veículos automotores, caça de animais e coletas de plantas. No início da trilha do Pântano do Sul, uma placa da Prefeitura pede aos visitantes que tragam seu lixo de volta e evitem fazer fogueiras que possam causar incêndios.

Praia de Caieira da Barra do Sul - Floripa - SC

A expressãoCaieiradesigna o local de produção de cal. As conchas eram retiradas de extensos depósitos milenares, colocadas em uma cova em camadas intercaladas com lenha. Ateava-se fogo e o cal resultava das conchas calcinadas. Neste recanto encontra-se tranquilidade. Apresenta pouca estrutura em termos de bares e restaurantes. A faixa de areia é estreita e o mar com poucas ondas. De lá saem a Trilha e barcos para a praia dos Naufragados.

Praia da Tapera - Florianópolis - Santa Catarina

Localizada próxima ao aeroporto, apraia da Taperapossui águas limpas e calmas, o mar da Baía Sul mais parece uma piscina, só que em alguns locais o fundo torna-se lodoso a poucos metros da beira. A Tapera possui bares à beira da praia que servem refeições e é uma boa opção de passeio ou para quem tem criança. Há várias árvores que dispensam o trabalho de levar guarda-sol, mas desde que se chegue cedo, pois a faixa de areia com menos de 1 quilômetro é bastante disputada. Em frente à praia, 200 metros mar adentro, há uma pequena Ilha.

Praias do Continente


Praia da Saudade - Florianópolis - SC

Águas calmas e uma longa faixa de areia larga. A praia da Saudade é a mais famosa das praias do continente, muito frequentada no passado por todos os florianopolitanos. Hoje a região tornou-se um bairro residencial e recebe os moradores locais que a procuram para um banho de sol ou uma caminhada.

Praia do Meio - Florianópolis - SC

Praia de mar manso, interna de baía, com areia grossa e faixa estreita, margeada pelo muro de arrimo da estrada geral de Coqueiros. Hoje é um bairro residencial bastante bonito e acolhedor com centro de lazer, passeios, bares e restaurantes, é um ótimo lugar para boas caminhadas e prática de esportes, mas também é imprópria para banho. Recebeu este nome por ficar entre a praia da Saudade e Itaguaçu.

Praia de Itaguaçu - Florianópolis - SC

É uma das mais belas paisagens da Baía Sul do lado continental. Suas pedras mar adentro indicam a denominação indígena, itaguaçu - pedras grandes dentro da água. A praia de Itaguaçu não é indicada ao banho, mas a orla de 670 metros é um ótimo lugar para boas caminhadas e prática de esportes. Os Bares e restaurantes também são uma atração à parte.

Praia das Palmeiras - Florianópolis – SC

De águas calmas e claras, é usada para recreio pelos moradores locais. O grande número de pedras imersas, com variadas formas e tamanhos, conferem a essa praia uma beleza particular. Tem uma extensão de 300 metros com alguns bares e restaurantes. Integrava até 1970 a Praia de Itaguaçu, passando a praia autônoma por decisão de seus moradores.

Praia do Bom Abrigo - Florianópolis – SC

É encantadora apesar de suas águas não serem indicadas ao banho. Totalmente margeada por árvores que lhe conferem um ambiente tranquilo e agradável, águas tranquilas e com faixa de areia média e clara. É um lugar para boas caminhadas, prática de esportes e de onde se pode apreciar um visual belíssimo. Bares e restaurantes transformaram o local em opção gastronômica da cidade.